Estão patentes no Museu da Guarda, do dia 3 de dezembro de 2020 a 22 de janeiro de 2021, as exposições “EXPERIÊNCIA INTERATIVA com a obra artística”, de Nuno Aparício e “Cres(Ser)”, de Catarina Flor. Estas exposições surgiram no âmbito dos programas BOLSEI-ARTE (promovido pelo Aquilo Teatro CRL e a empresa 02S – Engenharia e Construção, Lda,) e Incentiv[ART] – Incubadora de projetos artísticos (implementado pelo Município da Guarda), programas de apoio dirigidos a artistas e criadores emergentes, naturais do Concelho da Guarda.

 

Nota Biográfica – Nuno Aparício

Nasceu em 1997, na cidade da Guarda. Seguiu um percurso académico sempre ligado à estética e às artes gráficas (licenciatura, mestrado e aluno de doutoramento), tendo mais tarde unido esse gosto à pintura. Pintando desde cedo como autodidata, encarou a pintura como refúgio da agitação do mundo, utilizando-a como ferramenta de autoconhecimento e de aproximação ao seu “eu” interior. Passando por uma fase de surrealismo monocromático, passa para a criação de obras carregadas de simbolismo através da exploração de ilusões de tridimensionalidade. Problemáticas da sociedade contemporânea e a análise autobiográfica estão no cerne das suas temáticas.