A privilegiada localização da Guarda conferiu-lhe uma superioridade climática que continua a ser reconhecida ainda hoje. As origens do Sanatório Sousa Martins remontam aos finais do século XIX, período da História em que Portugal começou uma luta estruturada contra a tuberculose. A 18 de maio de 1907, a Rainha D. Amélia e o Rei D. Carlos I inauguraram os Pavilhões do Sanatório.